Apresentação

INSCRIÇÕES 2018.2!

❤️ Alô galeraaa! ❤️
As inscrições para o Núcleo de Humanização de Arte e Saúde, do qual os Terapeutas da Alegria fazem parte, JÁ COMEÇARAM!!! 😍
Nossas inscrições presenciais foram um sucesso e muita gente já garantiu sua vaga no projeto! Mas ainda temos algumas oportunidades pro pessoal que não conseguiu colar na UFSC nesta segunda-feira! 🎉🎉🎉
Lembrando: o projeto é aberto para todos que tiverem interesse! Então chama amigos, familiares, crush, e todo mundo que quiser se juntar ao grupo mais colorido e divertido da UFSC! O único pré-requisito é a disposição e o comprometimento com este trabalho maravilhoso! 😎👍
Depois é só escolher entre as turmas disponíveis: Turma 1A com encontros semanais às segundas-feiras 12h10 – 13h10 (LOTADA, OS INSCRITOS SERÃO COLOCADOS EM UMA FILA DE ESPERA) ou Turma 1B às quartas-feiras 17h15 – 18h15! 💕💕💕

link para inscrição: https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLSewmWCUz6zuRr5FPUEBon06dDterLMkF7vfra4T0tUcBahgYg/viewform?c=0&w=1

O Núcleo de Humanização, Arte e Saúde – Nuhas, da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) tem a participação de professores, membros da comunidade e estudantes de diferentes cursos de graduação e pós-graduação, com predominância das áreas da saúde e das ciências humanas. O Núcleo utiliza a arte como elemento de transformação de hábitos e comportamentos, visando fortalecer a intervenção social e cultural e como ferramenta para promoção da saúde, do bem estar e da qualidade de vida. Para isso, integra diversos projetos, funcionando como um catalizador de reflexões, de construção de conhecimento e de compartilhamento de metodologias, e expandindo visões adquiridas através das vivencias propiciadas no contexto destes projetos.

O Núcleo visa fomentar a criatividade, o domínio de teorias e técnicas ligadas ao uso do corpo, à expressão, às artes e à utilização de processos culturais e, a partir destes elementos, atuar terapeuticamente, promovendo a qualidade de vida, a humanização e o bem estar social. São marcos teórico-conceituais as artes e a Humanização na saúde, incluindo a Política Nacional de Humanização. Finalidades incluem o desenvolvimento pessoal, interpessoal e profissional dos participantes e o
aperfeiçoamento do sistema de saúde como um todo.

Entre as ações realizadas pelo NUHAS encontram-se cursos, oficinas, palestras e participações em eventos científicos, artísticos e culturais. Estas ações são operacionalizadas no contexto de atuação de três projetos: Humanizarte, Terapeutas da Alegria e Simulações Clínicas. O projeto inicial, entretanto, foi o Terapeutas da Alegria, a partir do qual toda a estrutura do núcleo se desenvolveu.

A estrutura de Núcleo é reconhecida pela Universidade Federal de Santa Catarinacomo uma concentração de docentes e discentes, de caráter interdisciplinar, com projetos estruturantes voltados para a realização de objetivos comuns. Desta forma,registrou-se, no âmbito do Departamento de Saúde Pública, o Núcleo de Humanização,
Arte e Saúde (Nuhas), compreendendo principalmente dois projetos “guarda-chuva”: Terapeutas da Alegria e Humanizarte, mas aberto à inserção de novos projetos sob estes dois ou independentes.

O principal objetivo do Núcleo é contribuir para o bem estar e a a saúde da comunidade, para o desenvolvimento do SUS, e para o aprimoramento do processo de ensino-aprendizagem, ao estimular a participação dos estudantes e da comunidade em geral em um projeto de extensão universitária e propiciar que estes e os professores participantes envolvam-se em situações concretas de ensino e pesquisa viabilizadas pelas atividades de extensão vivenciadas no processo de interação entre universidade e sociedade.

Esquematicamente podemos apresentar os seguintes objetivos:

1. Ações diversas utilizando a arte como ferramenta para a humanização e para a promoção da saúde;
2. Contribuir para o desenvolvimento do sistema de saúde;
3. Congregar professores, profissionais de saúde, estudantes e comunidade, em um esforço conjunto para a produção social da saúde;
4. Integrar ações, conhecimentos, reflexões e produtos realizados no âmbito de seus projetos;
5. Proporcionar oportunidades para associação entre ensino, pesquisa e extensão no âmbito de seus projetos;
6. Promover a humanização nos serviços de saúde utilizando a arte e a cultura como ferramenta terapêutica e de transformação social;
7. Estimular positivamente o desenvolvimento pessoal e interpessoal dos participantes do projeto;
8. Formar líderes que possam atuar como multiplicadores, aplicando os princípios terapêuticos e pedagógicos utilizados pelo grupo;
9. Ampliar a produção de conhecimento associando técnicas de corpo- expressão, arte e a idéia de Humanização à terapêutica e á promoção do bem estar.
10. Fomentar a divulgação dos resultados dos trabalhos do grupo em eventos e publicações científicas e culturais;